PUB

CPP e instituições bancárias juntos pelo bem-estar do professor angolano

O Cofre de Previdência dos Professores (CPP) promete entregar ainda no corrente ano mais de 1.000 casas aos seus associados em todo o território nacional. De acordo com o presidente do CPP, Miguel Flávio Bongo, que falava a África Today, numa primeira fase serão entregues, até ao final deste ano, 500 casas em Luanda, 200 em Malanje, igual número no Huambo e 120 em Benguela.

Avançou ainda Miguel Bongo, que só para a capital do país, Luanda, o Cofre tem um projecto para a construção de 13 mil residências, na localidade do Zango, Sequele e Kilamba. Com esta oferta estaremos a minimizar os problemas de habitação da classe docente filiada no Cofre, disse o dirigente, adiantando que a instituição rubricou outros protocolos para a construção de novos fogos habitacionais nas restantes províncias de Angola, com rendas resolúveis.

O presidente do Cofre que garante aos associados maior tranquilidade no que tange a mudança de Ministro no sector da Educação promete que para o Cofre não vai alterar nada e convida os professores que ainda não aderiram que se inscrevam já.

O acordo do CPP com as instituições bancárias rubrica que os professores vão reembolsar crédito habitacional num período de 30 anos.

Já a dois anos desde a sua criação encontra-se representada nas 18 províncias do País, e vai também ajudar na melhoria dos problemas sociais dos professores.

Com base no protocolo assinado com o Banco Sol, os docentes filiados no Cofre vão beneficiar de crédito automóvel e de consumo. O crédito habitacional está avaliado em 50 milhões de kwanzas, o automóvel em 15 milhões de kwanzas e o crédito de consumo em sete milhões de kwanzas.

O CPP tem como objectivo garantir a segurança social complementar e não anula a segurança social obrigatória garantida pelo Instituto Nacional de Segurança Social ou acção reivindicativa dos sindicatos. Proporcionando maior dignidade social aos professores, pessoal administrativo e outros funcionários das escolas, repartições, direcções, bem como efectivos dos órgãos internos e externos do Ministério da Educação e Ensino Superior e seus familiares.

Tagged under