PUB

Crianças do CNIL: Uma viagem ao mundo das telecomunicações

As crianças praticantes das modalidades de vela e canoagem, no Clube Náutico da Ilha de Luanda (CNIL), visitaram recentemente algumas das mais importantes infra-estruturas de telecomunicações do País, os escritórios da multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables e o Angonap, um dos centros de dados mais robustos e modernos da região subsaariana, localizado em Luanda.

Nas instalações da Angola Cables as crianças, com idades compreendidas entre os sete e os catorze anos, receberam informações sobre a importância dos cabos submarinos no ecossistema de telecomunicações e o seu papel nas ligações entre Angola e o mundo. Segundo João Baptista, da Angola Cables, “foi emocionante interagir com esses meninos, mostraram-se muito curiosos sobre os sistemas de cabos submarinos e sua relevância no ecossistema de telecomunicações. Acredito que saem daqui com uma outra perspectiva sobre as telecomunicações, uma maior vontade de absorver conhecimentos sobre as plataformas do sector e, igualmente, ávidos por partilhar com colegas e amigos”.

Por serem atletas de desportos náuticos, tendo em conta que os sistemas de cabos submarinos são instalados no mar, a questão do impacto ambiental esteve em destaque. De certa forma, a resposta deixou os meninos mais tranquilos, de acordo com André Pambo, um dos participantes, “tínhamos esse receio, não sabíamos que estes sistemas não provocam qualquer dano ao meio ambiente, muito pelo contrário, quando inoperantes, tornam-se viveiros de animais marinhos”.

O ANGONAP tem potencial para ser um dos pontos de maior conectividade no continente

Depois dos escritórios da multinacional angolana de telecomunicações, os iniciados nas modalidades de vela e canoagem visitaram o datacenter – centro de dados – Angonap, um dos mais robustos e modernos da região subsaariana. Nesse local, foram informados sobre o seu papel nas telecomunicações e as medidas de segurança necessárias para a sua manutenção. Com a conclusão dos dois sistemas de cabos submarinos de fibra óptica, SACS e Monet, o Angonap potencialmente será um dos pontos de maior conectividade internacional em África.

O CNIL é das mais antigas agremiações de desportos náuticos do País, só na categoria de iniciados e juvenis alberga actualmente mais de 60 atletas. Todos os anos participa em competições internacionais, tendo trazido para Angola vários títulos.

Tagged under